Conecte-se Conosco

Amazonas

SEAS e FPS reforçam ações da ‘Operação Gratidão’

Published

em


O secretário de Estado de Saúde, Marcellus Campêlo, reuniu-se na manhã desta sexta-feira (19/03) com a secretária de Estado da Assistência Social (Seas), Alessandra Campêlo, e a secretária Executiva de Assuntos Administrativos do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), Kathelen Santos, para alinhar as ações de assistência psicossocial no âmbito da “Operação Gratidão”. As ações são direcionadas aos pacientes com Covid-19 vindos de Rondônia e do Acre.

Além de receber pacientes da Covid-19, o estado do Amazonas passou a enviar, para estados vizinhos, insumos que possam minimizar os transtornos causados pelo aumento significativo no número de ocorrências pela doença.

Para Rondônia estão sendo emprestados 50 concentradores de oxigênio, fruto de uma parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT); uma miniusina de oxigênio emprestada pelo Hospital do Amor da Amazônia, de Rondônia, está sendo devolvida àquele estado. O equipamento foi implantado no HPS Platão Araújo para dar suporte na abertura de 23 leitos de UTI, em fevereiro, mas com a queda no consumo, foi desativada.

Uma usina da empresa White Martins, fornecedora do Estado, que estava sendo usado na rede de saúde estadual, está sendo desmontada e será transportada para o Acre, outras duas miniusinas da empresa serão transportadas para Santa Catarina; 10 respiradores serão enviados para Goiás; bombas de infusão seguirão para o Maranhão e 200 cilindros de oxigênio estão sendo emprestados ao Paraná.

A equipe de especialistas em urgência e emergência da SES-AM, que atuou junto com a Força Aérea Brasileira (FAB) e o Ministério da Saúde na transferência de 542 pacientes do Amazonas com Covid-19 para outros Estados, agora está ajudando na remoção de pacientes do Acre e Rondônia para Manaus. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e socorristas, além dos técnicos que estão auxiliando com orientações sobre os protocolos próprios para a transferência de pacientes da Covid-19.

De acordo com o secretário Marcellus Campêlo, o Amazonas tem recebido demandas de vários estados brasileiros, entre esses Paraná, Acre, Rondônia, Goiânia, Maranhão e Bahia. Além de insumos e equipamentos, a SES-AM está colocando à disposição a expertise adquirida no transporte de pacientes de UTI aérea.  Dos 12 leitos ofertados na semana passada, sendo seis para Acre e seis de Rondônia, apenas seis foram ocupados até esta sexta-feira.

“Durante a ‘Operação Vida’, de auxílio dos outros estados ao Amazonas, nós, em conjunto com o Governo Federal, Ministério da Saúde, criamos diversos protocolos de atendimento aos pacientes que estavam saindo do Amazonas e sendo atendidos nos outros estados. Todos esses protocolos e notas técnicas permitiram que a operação tivesse sucesso em nível nacional e agora, quando o Amazonas apresenta números em queda em relação à Covid 19, nós montamos a ‘Operação Gratidão’, que vai incorporar as diversas estruturas do Governo do Estado nesse acolhimento aos pacientes. Neste momento estamos acolhendo, mas também enviando insumos e dispondo de conhecimento técnico aos profissionais de saúde”, resumiu.

Assistência social – As equipes técnicas da Seas e do FPS também passam a compor, efetivamente, a “Operação Gratidão”, oferecendo assistência psicossocial tanto aos pacientes quanto aos familiares que ficam nos estados de origem. Conforme a secretária da Seas, Alessandra Campêlo, a ação do Governo do Estado abrange várias áreas, num esforço concentrado para dirimir as dificuldades impostas no enfrentamento à Covid-19.

De acordo com a secretária, a Seas atuará dando suporte nos informes de boletins médicos, nas visitas virtuais realizadas através de vídeo chamada, bem como no acompanhamento do paciente desde a chegada até o retorno ao estado.

“Se Deus quiser, esse paciente retornará com vida, mas há obviamente questões sensíveis também, como pacientes graves que venham a falecer, por exemplo, e nesse caso iremos ajudar em toda a tramitação para que essas famílias tenham toda a dignidade nesse momento de sofrimento. Há cerca de um mês passamos por momentos semelhantes, agora, como é característico do povo amazonense, estamos acolhendo esses pacientes. Essa é a hora que o Amazonas abraça todo o Brasil”, afirmou.

A secretária Executiva da FPS, Kathelen Santos reforçou o compromisso da área social do Estado do Amazonas com as famílias e os pacientes vindos de outros estados. “Todo o apoio que nós pudermos dar a esses pacientes que estão vindo para o nosso estado iremos dar, da mesma forma como fomos recebidos há algum tempo atrás. Ainda temos pacientes em tratamento em outros estados. Hoje estamos aptos a dar esse apoio tanto para as Secretarias de Saúde quanto para os familiares, que terão esses pacientes em tratamento aqui no Amazonas”, reforçou.

A “Operação Vida” enviou 542 pacientes em tratamento contra a Covid para 19 cidades brasileiras.

Gratidão – A “Operação Gratidão” teve início na terça-feira (16/03), com a recepção de dois pacientes de Rondônia. Na quarta-feira (17/03), o estado recebeu mais um paciente também do estado de Rondônia e, na quinta-feira (18/03), deu início a uma nova fase com o anúncio do envio de cilindros de oxigênio para o estado do Paraná.

Fonte: Governo AM
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *