Conecte-se Conosco

Política

‘Só Deus me tira da cadeira presidencial’, diz Bolsonaro em live

Published

em

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou, em live nesta quinta-feira (15), a decisão da ministra Cármen Lúcia em determinar o prazo de cinco dias para que o presidente da Câmara, Arthur Lira, dê explicações sobre não prosseguir com o processo de impeachment do presidente da República.

Bolsonaro leu a notícia veiculada na imprensa nesta semana e afirmou: “Só Deus me tira da cadeira presidencial”.

“Cármen Lúcia dá cinco dias para o presidente da Câmara Arthur lira explicar porque não abriu o processo de impeachment contra Bolsonaro. Realmente eu acho que alguma coisa de errado, ou algo de muito errado vem acontecendo no Brasil, vamos ver se procede a informação, tá na mídia agora. Qual o encaminhamento o Arthur Lira vai dar a isso? Vamos encontrar em outro lugar pra discutir isso daí. “Não quero me antecipar, mas só digo uma coisa, só Deus me tira da cadeira presidencial. O que nós estamos vendo acontecer no Brasil não vai se concretizar, não vai mesmo”, disse Bolsonaro.

Antes de encerrar a transmissão desta quinta-feira, Bolsonaro leu novamente a nota sobre decisão da ministra e comentou:

“Boa noite, fique tranquilo que eu vou dormir tranquilíssimo essa noite e vamos ver o desenvolver dessa notícia do nosso Supremo Tribunal Federal”.

Lula

O presidente também comentou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), desta quinta-feira (15), em anular as condenações do ex-presidente Lula e torná-lo elegível para as eleições presidenciais de 2022.

“Pela decisão do Supremo, hoje o Lula é candidato, faço a comparação dos ministros do Lula para os nossos ministros, se o Lula voltar pelo voto direto, tudo bem, agora veja qual será o futuro do Brasil. Se o Lula for eleito, três meses depois ele vai escolher mais dois ministros para o STF. Acho que a conclusão cabe a todos vocês”.

Em live realizada com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, Bolsonaro comparou números entre os governos anteriores e afirmou que a decisão do STF terá influência no Supremo após uma possível eleição de Lula.

“Não estou dizendo que sou o melhor do mundo, mas está previsto eleições para 2022, o Lula vai estar lá, quem seria outro que iria com Lula para segundo turno, é só fazer o raciocínio. Eu até lá já terei 68 anos, já estou no lucro, veja o que o futuro reserva para vocês e o que essa decisão de hoje do STF praticamente anulando as condenações do Lula e mais duas vagas do supremo para o PT”, afirmou.

Conteúdo: CNN

Foto: Reprodução

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *