Conecte-se Conosco

Amazonas

Sob vaias, ao lado de Bolsonaro, governador Wilson Lima volta a decretar fim da pandemia no Estado

“O estado do Amazonas tem sido o primeiro a livrar da questão da pandemia”, disse Wilson Lima a Jair Bolsonaro

Published

em

Em pronunciamento na inauguração da 2ª etapa do Centro de Convenções Vasco Vasques, o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), disse ao presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), nesta sexta-feira (23/04), que a pandemia da Covid-19 encerrou no Estado. Ao falar sobre o potencial turístico do Amazonas, Wilson Lima lembrou ao presidente os momentos difíceis vividos entre os meses de janeiro e fevereiro de 2021, e voltou a decretar o fim da pandemia no Amazonas, mesmo com os números altos de contaminação e de mortes diárias no Estado.

Em março, ao justificar trocas no alto escalão do governo, Wilson Lima disse que “são mexidas estratégicas entendendo o momento em que a gente está vivendo, agora, de pós-pandemia e que a gente precisa avançar em algumas áreas, principalmente na área social”.

“Nos passamos momentos muitos difíceis nos meses de janeiro e fevereiro, mas temos uma perspectiva muito grande de futuro, porque o estado do Amazonas tem sido o primeiro a livrar da questão da pandemia. E, aqui, eu quero fazer um reconhecimento ao governo federal que foi fundamental no enfrentamento da Covid-19”, discursou Wilson Lima, que também agradeceu ao ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pela atuação no combate à pandemia no Estado. Pazzuelo é investigado pela suposta omissão na crise de oxigênio hospitalar no Amazonas.

“Aqui, eu quero fazer um agradecimento muito especial ao ex-ministro Eduardo Pazuello, que viveu no Amazonas, os momentos mais difíceis pelo qual o nosso povo passou”, disse o governador.

Na chegada do presidente Jair Bolsonaro ao local do evento, na zona centro-oeste de Manaus, o Wilson Lima foi vaiado e teve de ouvir gritos de apoiadores do presidente de “Fora, Wilson Lima”. Na cerimônia de inauguração, no palco, ao lado de Bolsonaro, Wilson teve de escutar as vaias ao longo de sua fala e durante o ato de inauguração.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *