Conecte-se Conosco

Brasil

Para presidente da CPI, acusação do vice do AM põe Bolsonaro ‘na roda’

Aziz vê como “muito sério” o que disse o vice-governador do Amazonas sobre o presidente articular “imunidade de rebanho” da covid

Published

em

O presidente da CPI da covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), disse que o vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida Filho (sem partido), colocou o presidente Jair Bolsonaro “na roda”.

Ou seja, ele vê como “acusação muito grave” a de que Bolsonaro e o governador do Amazonas tinham acordo para Manaus ganhar “imunidade de rebanho” da covid.

“Tem que ter alguma prova porque colocou o presidente na roda”.

Conforme Aziz, se Carlos Almeida tiver como comprovar “é muito sério isso”.

Neste sábado (8), o presidente da CPI concedeu entrevista ao jornal Correio Braziliense. Além dessa situação envolvendo o Amazonas, Aziz tratou da primeira semana de trabalho da comissão, e do que vem por aí.

Duas coisas ele disse acreditar que os próximos depoentes vão ajudar os senadores a identificar: a causa de tantas mortes pela covid (coronavírus) e da falta de vacinas.

Ele deixou claro que não gostou da atitude do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Afinal, este se esquivou de dar sua opinião sobre a cloroquina defendida por Bolsonaro. “Ele é contra, mas não fala para não magoar o presidente”.

Queiroga e a ‘Capitã Cloroquina’

Como resultado, Aziz disse não ter dúvida de que Queiroga vai ter de voltar à CPI. 

O ministro terá de explicar melhor se tem realmente autonomia para conduzir o combate à epidemia. Por exemplo, porque mantém como secretária a “Capitã Cloroquina” do ex-chefe da pasta, Eduardo Pazuello.

Leia a entrevista completa.

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *