Conecte-se Conosco

Política

Campêlo: ‘Ministério sabia da situação do AM desde 30 de dezembro’

Published

em

O secretário de Estado de Saúde do Amazonas (SES), Marcellus Campêlo, usou as redes sociais para falar sobre a convocação dele para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito à CPI da Covid-19, no Senado Federal. O depoimento do secretário aos senadores está previsto para o dia 11 de junho.

“Serei o primeiro secretário estadual de saúde a depor na CPI. Confio na verdade e nas evidências de que os servidores da rede fizeram todo o possível, diante do número exponencial da segunda onda”, escreveu Campêlo, destacando que “jamais houve tanto empenho da gestão estadual em torno da saúde”.

Ao contrário do que disse Pazuello nos dois dias de depoimento na CPI, sobre não ser informado acerca da escassez de oxigênio na rede hospitalar de Manaus, a secretaria respondeu que ainda no dia 30 de dezembro de 2020, um ofício foi encaminhado ao Ministério da Saúde informando sobre as ações de enfrentamento à Covid-19 que vinham sendo adotadas pelo Estado e que, “diante do aumento de casos da doença, solicitou a presença da Força Nacional do SUS para ajudar no monitoramento, orientação técnica, bem como operação local de suporte básico e avançado no atendimento à população nas unidades de saúde do Estado”.

Da Redação

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *