Conecte-se Conosco

Brasil

Vídeos de Bolsonaro promovendo cloroquina são limados da internet

Published

em

O YouTube excluiu ao menos 11 vídeos do canal do presidente Jair Bolsonaro na plataforma nessa quarta-feira (27).

Todos os vídeos tinham no título ou na descrição menções à cloroquina e ao “tratamento precoce” contra a covid-19.

Não existe comprovação científica dos medicamentos para impedir a infecção do coronavírus ou desenvolvimento da covid-19, assim como na diminuição dos sintomas da doença.

As exclusões foram levantadas pela Novelo Data, uma empresa de análise de dados, e checadas pelo Portal Poder360.

A mensagem exibida na tentativa de acessar os antigos links dos vídeos é a seguinte: “Este vídeo foi removido por violar as diretrizes da comunidade do YouTube”.

Entre os vídeos que não estão mais disponíveis estão duas lives realizadas por Bolsonaro em 2020. O presidente realiza toda quinta-feira uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

Procurado, o YouTube afirmou que a exclusão de vídeos é parte de sua política contra desinformação.

“A menos que haja contexto educacional, documental, científico ou artístico suficiente, a plataforma irá remover vídeos que recomendam o uso de ivermectina ou hidroxicloroquina para o tratamento ou prevenção da covid-19, fora dos ensaios clínicos, ou que afirmam que essas substâncias são eficazes e seguras no tratamento ou prevenção da doença“, diz em nota a plataforma.

Leia mais no Portal Poder360

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *