Conecte-se Conosco

Brasil

Vendedora da Covaxin pede ao STF para fugir da CPI e ficar muda

Published

em

Responsável técnica da empresa Precisa Medicamentos, alvo da CPI da Covid-19, Emanuela Medrades pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o direito de não comparecer à sessão. O depoimento da vendedora está marcado na próxima terça-feira (13). 

No pedido, ela solicita que, caso decida comparecer, que lhe seja assegurado o direito a permanecer em silêncio. Além disso, pede o direito de não ser submetida ao compromisso de dizer a verdade.

A Precisa Medicamentos é a representante no Brasil da empresa Bharat Biotech. Trata-se, portanto, do laboratório indiano que produz a vacina contra covid-19 Covaxin.

Em suma, os senadores da CPI apontam que esta negociação é uma das poucas com a presença de uma empresa intermediadora. Conforme os parlamentares, as articulações tiveram a participação direta de Emanuela.

Leia mais no site Correio Braziliense

Foto: Agência Senado

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *