Conecte-se Conosco

Política

CPI suspende sessão e vai ao STF após diretora da Precisa se calar

Published

em

Brasília – Diante do silêncio da depoente Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa Medicamentos, o presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), anunciou a suspensão da sessão desta terça-feira (13) até que o ministro Luiz Fux, do STF, esclareça até que ponto ela pode ficar calada.

“Vou suspender a sessão e entrar agora com um embargo de declaração para que o STF explique a sua decisão”, afirmou.

Segundo Aziz, os senadores continuarão na sala, assim como a diretora da Precisa, esperando as explicações de Fux. O presidente do STF concedeu habeas corpus na segunda-feira (12) permitindo que Emanuela Medrades fique em silêncio “exclusivamente” em relação a fatos que possam incriminá-la.

Nesta terça, a diretora técnica se recusou a responder as perguntas que lhe foram endereçadas, como por exemplo qual o cargo que exercia na Precisa. A postura provocou críticas dos senadores. O relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL) informou que não faria nenhuma pergunta que pudesse incriminá-la e defendeu que a questão relativa ao cargo ocupado não traria prejuízo à depoente e poderia ser respondida.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *