Conecte-se Conosco

Brasil

Ideia bolsonarista do voto impresso não deve passar de comissão

Published

em

A ideia bolsorarista do voto impresso não deve passar de comissão. Conforme o deputado Hildo Rocha (MDB-MA) os votos para rejeitar a ideia são majoritários na Comissão Especial da Câmara.

Sobretudo, Rocha é autor do requerimento que permitiu a reunião, que ocorre hoje (16) para analisar a proposta do voto impresso.

Segundo o Estado de S. Paulo, um conjunto de 18 deputados titulares articulou a reunião. Além de um suplente do colegiado, todos resistentes à ideia de mudar o atual sistema da urna eletrônica.

“A maioria dos membros entende que não teremos tempo para implantar o voto impresso no ano que vem”, disse Rocha.

Ainda conforme o Estadão, em reunião com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso. Assim como os partidos adversários da proposta de emenda à Constituição (PEC) concordaram em barrar sua aprovação, uma das principais bandeiras do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com a Agência Câmara de Notícias, a comissão especial criada pela Câmara dos Deputados para analisar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 135/19, que torna o voto impresso obrigatório, se reúne hoje (16), às 15 horas.

Portanto, o encontro ocorre no plenário 1 para votar o parecer do relator, deputado Filipe Barros (PSL-PR).

Foto: Reprodução/ Twitter

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *