Conecte-se Conosco

Amazonas

David Reis se complica ainda mais, admitindo incompetência

Published

em

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), David Reis (Avante), divulgou uma nota pública na noite de ontem anunciandoque vai apresentar projeto de lei oficializando no nome do advogado e fundador do Movimento Alma Negra (MOAM), Nestor Nascimento, para denominar o espaço público localizado na esquina entre a avenida Japurá e a rua Afonso Pena, no bairro Praça 14 de Janeiro, zona Sul da capital amazonense. É a tentativa de consertar a trapalhada que ele mesmo fez ao propor a troca do nome para “Oscarino Peteleco”. Com o recuo, ele admitiu que não conhece a história de Manaus e montou uma assessoria incompetente.

Segundo ele, o recuo “consolida o desejo manifestado pela população do bairro, em manter preservada a memória de Nestor Nascimento, ativista do movimento negro no Estado e, que, desde os primórdios, este à frente da luta em defesa do reconhecimento oficial do Quilombo Urbano do Barranco de São Benedito, segundo quilombo urbano certificado do país, no ano de 2014”. Desta vez, depois de várias manifestações, a assessoria e o vereador parecem ter finalmente conhecido a história do advogado.

“Essa é a vontade popular e nós vamos cumpri-la! Nestor Nascimento é reconhecidamente, o maior líder negro da história do Amazonas e, seu legado, não deixa dúvida de seus méritos”, continua David Reis, em sua mea culpa.

Na Nota Pública, David Reis ainda tenta responsabilizar também o prefeito David Almeida (Avante) pelo inbróglio, ao ressaltar que a lei aprovada por ele teve a sanção do alcaide.

Para completar, o presidente da CMM reconhece a incompetência de sua assessoria, ao dizer que “a situação de conflito na duplicidade de nome, se deu, unicamente, em razão da inexistência de registros oficiais sobre a
denominação do local”. Bastaria uma simples consulta ao Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) para perceber que a praça já tinha nome.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *