Conecte-se Conosco

Política

CPI recebe vídeos de prova da ‘missão cloroquina’ em Manaus

Published

em

A CPI da Covid recebeu dois vídeos sobre a ação da força-tarefa do Ministério da Saúde, criada no auge da crise do oxigênio em Manaus, montando kits do “tratamento precoce”. Os medicamentos não tem eficácia para combater a doença.

Diante das novas evidências, o vice-presidente do colegiado, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) informou que as imagens só comprovam o que os parlamentares já desconfiavam.

“Confirmam o que nós já desconfiamos: durante o apogeu da segunda crise, da segunda onda de pandemia no Amazonas, quando o povo manauara precisava de oxigênio, mandaram em larga quantidade cloroquina.”

Segundo o senador, quando Manaus mais precisava de médicos, o Ministério da Saúde mandou “até psicólogos”. No entanto, não investiu em recursos para encaminhar médicos intensivistas.

Os vídeos que irão integrar as evidências copiladas pela comissão sobre as ações e omissões do governo no combate à pandemia foram extraídos das redes sociais e enviados à Randolfe.

Um dos vídeos mostra caixas de cloroquina sendo preparadas para o envio de Manaus. “Sim, somos médicos do tratamento precoce”, diz o trecho da legenda de um dos vídeos.

O segundo mostra as caixas embaladas para envio à Manaus, afirmando que o uso das medicações ineficazes tem “embasamento científico”.

Leia mais no UOL

Foto: Agência Senado

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *