Conecte-se Conosco

Amazonas

David Reis gasta mais de R$ 1 milhão só para alugar equipamentos de TI

Contrato milionário, que está no primeiro aditivo, vai fornecer equipamentos de TI para rede de dados da CMM

Published

em

MANAUS, AM – A Câmara Municipal de Manaus (CMM), presidida por David Reis (Avante), vai gastar pouco mais de R$ 1 milhão em um aditivo de contrato para a locação de equipamentos de tecnologia. O extrato do aditivo foi publicado na última quarta-feira (18), no Diário Oficial da Câmara.

De acordo com o extrato, a Câmara vai pagar um total de R$ 1.122.000,00 milhão pelo novo aditivo ao contrato, firmado com a empresa Clear Tecnologia da Informação LTDA – EPP. O valor é o mesmo do contrato inicial, assinado em 17 de agosto de 2020, ainda na gestão de Joelson Silva (Patriota) como presidente da Casa.

DIARIO-1505-INTERNET

Este não é o primeiro contrato firmado entre a Clear e a Câmara Municipal de Manaus. Em 21 de outubro de 2019, a Casa fechou o primeiro acordo financeiro com a empresa, no valor de R$ 897,9 mil, pelo prazo de 12 meses. O objetivo do contrato seria a contratação de serviço de migração e repasse de conhecimento Datacenter, além da locação dos mesmos equipamentos. Já em 22 de outubro de 2020, foi firmado o primeiro aditivo, de seis meses, no valor de R$ 448.500,00.

No entanto, em 17 de agosto de 2020, a Câmara firmou um novo contrato, o 010/2020, com o mesmo objeto do contrato de 21 de outubro de 2019. Desta vez, o valor subiu para R$ 1.122.000,00, para durar até 17 de agosto de 2021. Finalmente, o contrato para a locação dos equipamentos foi renovado no dia 18 de agosto de 2021.

EXTRATO-CONTRATO_N010.2020

Ao todo, a Câmara já pagou um total de R$ 3.590.400,00 à Clear Tecnologia da Informação LTDA. A empresa foi credenciada para prestar serviços à Câmara em 27 de setembro de 2019, pouco mais de um mês antes da assinatura do primeiro contrato com a Casa.

Gastos

Este é mais um dos inumeráveis gastos da gestão de David Reis na CMM. Ao todo, o presidente da Casa já gastou mais de R$ 20 milhões em aditivos de contratos e dispensas de licitação para a contratação de serviços. A última foi a dispensa e contratação da empresa Ikhon Tecnologia, de Brasília, para a prestação de serviços de manutenção do sistema Câmara Digital.

A reportagem entrou em contato com a Diretoria de Comunicação da CMM para saber o motivo da assinatura do aditivo com a Clear Tecnologia da Informação. No entanto, até a publicação desta matéria, nenhuma resposta foi encaminhada. O espaço segue aberto para acrescentar o posicionamento da Câmara.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *