Conecte-se Conosco

Política

Investigado, Bolsonaro desiste de ação no STF e vai depor presencialmente

Em manifestação pela AGU, o presidente também pediu para escolher local, dia e hora previamente ajustados para depor

Published

em

O presidente Jair Bolsonaro desistiu de ação no Supremo Tribunal Federal (STF) e vai depor presencialmente no inquérito sobre suposta interferência política dele na Polícia Federal. A investigação é baseada nas declarações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro.

A princípio, o recurso era contra decisão do então ministro Celso de Mello que determinava ao presidente depoimento presencial.

No entanto, a pedido do ministro Alexandre de Moraes, do STF, foi retirado a ação de Bolsonaro da pauta de julgamentos desta quarta-feira (6).

Minutos antes da sessão, o atual relator do inquérito, ministro Alexandre de Moraes, recebeu petição da Advocacia-Geral da União (AGU) com uma manifestação de Bolsonaro informando seu interesse “em prestar depoimento em relação aos fatos objeto deste Inquérito mediante comparecimento pessoal”.

O presidente também pediu que ele possa escolher local, dia e hora previamente ajustados para depor.

Segundo Bolsonaro, essa prerrogativa compatibilizará o pleno exercício das funções de chefe de Estado e o seu direito de defesa.