Conecte-se Conosco

Política

Bolsonaro foi omisso e apostou na infecção em massa, diz relatório

Relatório final da CPI da Covid, que está sendo lido nesta quarta-feira, aponta que Jair Bolsonaro apostou na imunidade coletiva pela disseminação do novo coronavírus.

Published

em

No relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) aponta que foram colhidos elementos de prova que demonstram que o Governo Federal foi omisso e optou por agir de forma não técnica no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, “expondo deliberadamente a população a risco concreto de infecção em massa”.

O senador afirma que ficou comprovada a existência de um gabinete paralelo, a intenção de imunizar a população por meio da contaminação natural, a priorização de um tratamento precoce sem amparo científico de eficácia, o desestímulo ao uso de medidas não farmacológicas.

Paralelamente, acrescenta Renan, houve deliberado atraso na aquisição de imunizantes, em evidente descaso com a vida das pessoas. “Com esse comportamento, o governo federal, que tinha o dever legal de agir, assentiu com a morte de brasileiras e brasileiros”, disse o senador, ao ler trecho da conclusão do relatório.